g2h

terça-feira, 6 de abril de 2021

Sistema Hormonal

 Sintetizar o papel do sistema hormonal na regulação do organismo

Distinguir os conceitos de glândula, de hormona e de célula alvo.

Localizar as glândulas endócrinas: glândula pineal, hipófise, hipotálamo, ilhéus de Langerhans, ovário, placenta, suprarrenal, testículo, tiroide.

Referir a função das hormonas: adrenalina, calcitonina, insulina, hormona do crescimento, e melatonina.

Explicar a importância do sistema neuro-hormonal na regulação do organismo.

Caraterizar, sumariamente, três doenças do sistema hormonal.

Descrever dois contributos da ciência e da tecnologia para minimizar os problemas associados ao sistema hormonal.

Indicar medidas que visem contribuir para o bom funcionamento do sistema hormonal.

 Hormônios são substâncias químicas produzidas pelas glândulas endócrinas e lançadas na corrente sanguínea que as transporta aos locais de ação. O sistema hormonal (ou endócrino) é o conjunto de glândulas que produzem e secretam hormônios.


Os hormônios agem especificamente sobre a atividade de determinadas células, órgãos ou sistemas e desempenham a função de controlar processos do organismo como o crescimento, o metabolismo, a reprodução, circulação sanguínea, respiração e manutenção térmica do corpo. Atuam em pequenas concentrações, oferecem resposta a estímulos e podem ter ação inibidora ou excitadora. Geralmente apresentam vida média curta. Quanto à natureza química, são classificados em três grupos:


Proteínas: hormônios produzidos pela hipófise (hormônios de crescimento, TSH, FSH, prolactina, LH), paratireoides (PTH) e pâncreas (insulina e glucagon).

Derivados fenólicos: hormônios produzidos pela medula, pela suprarrenal (adrenalina, cortisol) e pela tireoide (T3, T4).

Esteroides: hormônios do córtex, da suprarrenal e das gônadas.

As funções desempenhadas pelos hormônios podem ser agrupadas em:

Metabólicas: controlam a velocidade das reações químicas celulares.

Morfogenéticas: regulam o crescimento e o desenvolvimento de certos órgãos e de indivíduos como um todo.

Sexuais e reprodutivas: controlam o desenvolvimento dos caracteres sexuais no âmbito morfológico, fisiológico e psicológico.

Nervosas e mentais: influem sobre a formação do caráter e da personalidade.

Quanto à solubilidade, os hormônios podem, ainda, serem classificados em hidrofílicos e lipofílicos. Os lipofílicos são solúveis em gordura e se encontram em mais de 100 tipos no organismo humano, são moléculas pequenas e não são armazenados pelas glândulas, mas sim liberados imediatamente após a síntese. Os hidrofílicos são solúveis em água, dissolvidos no plasma e por ele deslocados até as células-alvo.

A regulação endócrina se faz por meio de um mecanismo denominado retroalimentação ou feedback, pelo qual o nível de um hormônio no sangue determina a estimulação ou a inibição da atividade de determinada glândula. O feedback pode ser designado como positivo quando a concentração final de um dado hormônio estimula sua própria produção; nos casos inversos, é classificado como feedback negativo. A adenoipófise, por exemplo, estimula o desenvolvimento e funcionamento da tireoide, das glândulas sexuais, córtex da suprarrenal e, por sua vez, é regulada por estas glândulas.

Receba postagens por Email. Após colocar seu email procure sua caixa de entrada mensagem e confirme

Postagens populares